Notícias

26.06.18 | TRAC Comunicação

Com golaço e atuação perfeita na vitória do Racing, Bill é o craque da rodada

O Jogo da TV da décima rodada da Superliga Argentina de Fútbol, entre Racing e Estudiantes, não foi uma partida com muitas chances de gol. O grande destaque foi o sistema defensivo do Racing, que anulou o forte ataque adversário, e ajudou a construir a vitória de “La Academia” por 2 a 0.

Com uma atuação decisiva, na marcação do artilheiro Pisca e com um golaço de fora da área, o volante e zagueiro Bill encheu os olhos da torcida e faturou o prêmio de Craque da Rodada do Clube de Pais. Ele superou Maradona (Argentino Juniors), Matheus Salvallagio (Racing), Gaska (Independiente), Pedro Rossi e Ney (Banfield), também indicados como craques, e faturou um prêmio especial da Guiola Hamburgueria Gourmet.

Confira a seguir a entrevista com o Craque da Rodada:

Você foi decisivo em uma importante vitória do Racing. Qual o sentimento ao ajudar o time a conquistar esse resultado e ser eleito o Craque da Rodada?
Para um defensor, a grande batalha é não deixar o adversário fazer gols. Acredito que nosso time entendeu essa nossa missão e juntos conseguimos ser felizes contra atletas muito bons ofensivamente. Em um dia que a dedicação falou mais alto, a tensão e o foco foram fatores primordiais para alcançar o objetivo. Fazer um gol, então, é o êxtase para um mero zagueiro. Depois de fazer um pênalti no último minuto da partida contra o Boca Juniors e sair cabisbaixo com a atuação, ser o craque desta rodada renova o espírito, me lembra que para todos existem altos e baixos e depende apenas de nós mesmos superar os momentos difíceis. Em todos os jogos, nossa equipe sempre se manteve unida, sabendo que temos condições para reverter o quadro da classificação e buscar nosso espaço para as finais. São estes guerreiros que me dão força para lutar até a última partida em busca de algo a mais….. Obrigado, Racing. Amo a todos! Essa é pra vocês….

Fale um pouco sobre a sua atuação. Além do golaço no primeiro tempo, ajudou a anular o forte ataque do Estudiantes…
A concentração para o jogo antes da partida foi total. Nosso capitão salientou bem o forte ataque com três atacantes (Di, Pisca e Marcão), além de um meia de ótima articulação (Mazzarotto). Sendo assim, ao entrar na partida modificamos um pouco a marcação para estarmos também com três zagueiros (Bill, Gilson e Nato). Sabíamos que uma bola poderia ser nossa ruína. Dessa forma, fomos comprometidos do início ao fim da partida na marcação. Ter a responsabilidade de marcar o Pisca, este atleta que há alguns campeonatos seguidos tem sido o artilheiro, um atleta de velocidade e raciocínio rápido, foi uma tarefa duríssima. Precisei encurtar os espaços e evitar os tiros longos. Graças a Deus deu certo…. Além de conseguir fazer uma boa partida defensiva, tenho uma característica de bons arranques para o ataque. Combinamos com nossos defensores uma cobertura nesta hora e foi aos 14 minutos que consegui receber uma bola de fora da grande área e ser agraciado com um belo chute no ângulo do ótimo goleiro Maycon. Nessa hora foi só alegria e agradecimento aos meus companheiros.

Como tem sido jogar pelo Racing? O que está faltando para o time conseguir uma boa sequência de vitórias?
Tem sido especial ser escolhido por esta pessoa única, nosso capitão Quik. Sendo um defensor e sair na escolha na frente de muitos atacantes foi algo que me deixou emocionado. Jogar ao lado de pessoas que nunca tinha jogado, de tão boa índole (Seu Zé, Gasperin, Rhavy, Macioski, Nato, Julierme, André, Matheus, Hayashida, Miquelissa, Portelinha) tem sido especial. E o que falar daqueles que jogamos juntos no passado e já temos entrosamento (Márcio, Vina, Mesquita, Gilson)… Na real tem sido muito especial.

Acredito que são pequenos detalhes que faltam para embalar. Temos uma ótima defesa, um meio de campo de rara qualidade e um ataque se aprimorando. Sinto que agora estamos nos aprimorando na forma física e tática para chegar à reta final com um time bem entrosado dentro e fora de campo. Acredito muito na força mental e vejo que nosso time está acreditando no seu potencial. Assim, com certeza, temos muito a crescer para alcançar nossos objetivos.

Gostaria de dedicar o prêmio de Craque da Rodada para alguém?
Dedico este prêmio a minha família, em especial a minha esposa Luciane, pois viajo a semana toda e fico longe dela e das crianças, quando chego em casa na sexta-feira à noite é a primeira a me perguntar contra quem vamos jogar, deixa meu material esportivo todo organizado para que possa estar no sábado no Clube de Pais, preparado para o jogo. Muitas vezes me acompanha nas partidas com nosso bebê (Luigi, de 8 meses) e nossos filhos Lucca (7 anos) e Luana (16 anos). Obrigado, Amor, por me aguentar estes anos todos, com jogos todo fim de semana.

E obrigado ao Clube de Pais, que me proporcionou e proporciona estar fazendo o que amo (jogar futebol) e próximo da minha família.

 

« Voltar para Notícias
Deixe seu Comentário