Notícias

22.08.19 | TRAC Comunicação

Com dois gols e uma assistência, Marcinho, da equipe Goleadores, é o craque da 15ª rodada

Com 29% dos votos, o atacante Marcinho foi eleito o craque da 15ª rodada da Supercopa das Estrelas. O atleta foi fundamental na vitória dos Goleadores diante dos Afilhados do Maranhão, por 3 a 1. Marcinho marcou dois gols e ainda deu o passe para o gol de Edson Toninello. Como prêmio, o jogador receberá uma flâmula do nosso patrocinador Dreher Advogados.

Para vencer, o atacante superou o volante Angelo (Academia) – 22%; o goleiro Luci (Guerreiros) – 21%; o atacante Magrinho (Estruturais) – 12%; o meia Pasinato (Betão e os Cubanos) – 9%; e o meia Pietro (Trovões) – 7%.

Confira a entrevista com o craque:

Foi a primeira vez que você ganhou o craque da rodada neste ano. Foi seu melhor jogo? O que estava faltando para o Marcinho desencantar no campeonato?

Pois é, já estava com saudade desse prêmio (risos). Venho sofrendo com lesões nos últimos anos e tentando me adaptar a um novo jeito de jogar. Não sei se foi o meu melhor jogo. Já tinha tido duas ou três indicações antes, mas foi um jogo em que pude contribuir bastante, fazendo gols, participando da construção de jogadas e ajudando na marcação. Como falei tive uma lesão muito séria no ano passado e estou tendo que achar uma nova forma de jogar. Aos poucos, estou me adaptando e recuperando a confiança, principalmente na hora do chute. E a evolução vem partida a partida.

A vitória ajudou os Goleadores a abrir uma vantagem no grupo B pela quarta vaga. Quais as expectativas para a sequência?

Foi uma vitória importantíssima, contra uma das principais equipes da segunda fase, que nos fortalece e dá moral para encararmos o jogo-chave na próxima rodada contra o adversário direto pela quarta vaga. E a expectativa é a de que continuemos com a mesma pegada e organização dentro de campo para que possamos somar pontos em todos os jogos.

Para quem dedica o prêmio?

O prêmio vai para meus companheiros de time que estão sempre me apoiando e incentivando para que eu volte a jogar da melhor forma. Ao Capitão “Jair” que foi meio louco em me escolher em meio a tanta incerteza e um ano passado horrível (risos). E para minha família que está sempre torcendo, sofrendo, vibrando comigo em cada final de semana.

« Voltar para Notícias
Deixe seu Comentário