Notícias

27.10.19 | TRAC Comunicação

Intermináveis vencem, mas Betão e os Cubanos se classificam para as semifinais

Neste sábado, ocorreram as partidas de volta das quartas de final da Supercopa das Estrelas. No jogo da TV, a equipe Intermináveis venceu o time Betão e os Cubanos por 3 a 2. Mas o perdedor deste sábado garantiu sua vaga às semis, porque venceu a partida de ida por 2 a 0. Betão e os Cubanos vão enfrentar Os Fiéis por uma vaga na decisão.

O jogo foi movimentado e com um primeiro tempo eletrizante. Logo com um minuto de jogo, Chupeta recebeu cruzamento dentro da área. No primeiro chute a zaga travou. No segundo, ele fintou o zagueiro e de chapa colocou a bola no cantinho, que ainda tocou na trave antes de balançar as redes.

A resposta dos Intermináveis foi imediata. Aos sete minutos, Belonzinho recebeu bola no meio de campo, escapou da falta e partiu em velocidade. Ao invadir a área, Hugo Gallo derrubou o jogador na dividida. Pênalti, que o próprio Belonzinho cobrou com força no canto. O goleiro Mauricio chegou a fazer uma defesa parcial, mas a bola entrou mansamente no gol.

Aos 24 minutos, mais uma vez a equipe do Betão e os Cubanos marcou. Chupeta recebeu passe na ponta direita e cruzou na segunda trave para Pasinato. O meia conseguiu um lindo cabeceio por cobertura no contra-pé do goleiro Dodo, que nada pode fazer. Placar de 2 a 1 no marcador.

A situação do time do capitão Mazur piorou aos 30 minutos, quando o zagueiro Marcet, último defensor dos Intermináveis, derrubou Patrick na entrada da área em lance claro de gol e foi expulso, deixando a equipe com um a menos.

Mas parece que o lance foi o fator motivador para os Intermináveis, que mesmo com dez jogadores, passou a dominar o jogo. Chegou a ter um gol anulado de Molinari. E, de tanto insistir, chegou ao gol de empate ainda na primeira etapa. Aos 45 minutos, Ravi recebeu na entrada da área, fintou Pasinato e tocou para trás, Molinari finalizou com categoria no canto para empatar a partida.

No segundo tempo, o jogo continuou com a equipe dos Intermináveis no ataque buscando o resultado e os três gols necessários para a classificação. O time Betão e os Cubanos explorava os contra-ataques e jogava por uma bola para tentar liquidar de vez a partida.

Aos 13 minutos, quase veio a virada do time do capitão Mazur. Belonzinho recebeu lançamento dentro da área e ajeitou com o peito para Guilherme Gusso, que chutou forte, rasteiro, no canto. A bola explodiu na trave e a zaga afastou na sequência.

Aos 35 minutos, Chupeta cobrou escanteio pela direita para o time Betão e os Cubanos. A zaga afastou parcialmente e a bola sobrou para o zagueiro Gulin, que chutou forte no alto, o goleiro Dodo fez uma linda defesa.

Um minuto depois, em contra-ataque, Belonzinho recebeu lançamento em profundidade, invadiu a área e tocou na saída do goleiro. A zaga afastou parcialmente e a bola sobrou na marca do pênalti para Elon, que encheu o pé. Mas, em uma recuperação fantástica, o goleiro Maurício evitou o gol.

Aos 41 minutos, uma ótima chance para o time Betão e os Cubanos. O goleiro Mauricio lançou Chupeta, a zaga dos Intermináveis falhou e o atacante ficou frente a frente com Dodo. Na saída do goleiro, Chupeta tocou com categoria por cobertura, a bola passou rente ao travessão e morreu na parte de cima do gol, na rede.

Aos 47 minutos, saiu o gol da virada e da vitória. Gusso finalizou no canto, o goleiro Mauricio deu rebote, Elon foi mais rápido na sobra, recuperou a bola e cruzou para Gusso apenas escorar para o fundo das redes. Mas já era tarde e, mesmo com a derrota, a equipe Betão e os Cubanos garantiu vaga nas semifinais.

O zagueiro Gulin destacou a classificação da equipe Betão e os Cubanos. “Foi um jogo complicado, ficamos duas vezes na frente do placar, ainda ficamos com um homem a mais no final do primeiro tempo, mas eles souberam jogar muito bem, fizeram uma marcação muito forte e não conseguíamos sair jogando e tocando a bola. Mas prevaleceu o resultado do primeiro jogo e agora é pensar na semifinal. Um novo campeonato, força e raça, para montar o time, ver onde erramos para jogar a semifinal”, comentou o jogador.

Pelo lado dos Intermináveis, o estreante no campeonato Arthur Mazur lamentou a eliminação, mas salientou sua primeira experiência no Clube de Pais. “Não faltou entrega, viemos com a motivação de que podia dar. Tentamos até o final, tanto que fizemos um gol no finalzinho. O grupo foi muito bom, meu primeiro ano foi muito bacana. Infelizmente a classificação não veio, mas o time foi muito bom. Colhemos bons frutos durante o ano, apesar da eliminação”, concluiu Arthur Mazur.

Resultados dos jogos de volta das quartas de final:

Canhotinhas 6×2 Os Professores
Gols: Rodrigo, Pisca (3), Ramires e Fernando (Canhotinhas)
Galvão (2) (Os Professores)

Academia 1×3 Os Fiéis
Gols: Jefico (Academia)
Barp (2) e Miquelissa (Os Fiéis)

Guerreiros 5×2 Goleadores
Gols: Guilherme, Daniel Rava, Kadu, Dias e Thiago Ernani (Guerreiros)
Cristiano e Marcinho Miksza (Goleadores)

Betão e os Cubanos 2×3 Intermináveis
Gols: Chupeta e Pasinato (Betão)
Belonzinho, Molinari e Guilherme Gusso (Intermináveis)

« Voltar para Notícias
Deixe seu Comentário