Notícias

16.05.17 | TRAC Comunicação

Magrinho garante vitória da Ponte e é o craque da sétima rodada

Em um sábado com seis jogos no Caipirão Paulista 2017, não faltaram candidatos a Craque da Rodada. Os artilheiros do Clube de Pais do Colégio Marista Paranaense estavam inspirados e o escolhido foi um atacante que decidiu a partida a favor de seu time. Magrinho, da Ponte Preta, fez os três gols da vitória por 3 a 1, de virada, sobre a Ferroviária e vai faturar um prêmio especial da Guiolla Hamburgueria Gourmet.

Outros cinco atletas também foram indicados como craques: Molinari e Bill, do XV de Piracicaba; Di, da Ponte Preta; Du, do XV de Jaú, e Leleco, do Mogi Mirim, que marcou sete gols contra o Guarani e esteve perto de levar o prêmio pela segunda vez consecutiva. Mas o escolhido foi mesmo Magrinho, que fez questão de dividir os méritos com o capitão Falavinha e toda a equipe da Ponte.

Seus três gols decidiram o jogo para a Ponte em uma bela virada. Qual a sensação de ajudar o time de maneira tão efetiva e ser escolhido o craque da rodada?
Eu fico muito feliz em ser reconhecido como o craque da última rodada em um campeonato em que temos muito bons jogadores. Estou voltando de uma contusão, mas o time inteiro está de parabéns e vem crescendo rodada após rodada. Quando o Falavinha me escolheu, eu disse a ele que precisaria de alguns jogos para ganhar ritmo e, mesmo assim, ele me deu um voto de confiança. Se eu fui escolhido o Craque da Rodada, 90% é mérito do grupo e eu devo isso a eles.

Fale um pouco sobre os seus gols. Qual foi o mais bonito?
No primeiro gol, o Marcinho tinha acabado de entrar e deu uma agitada no time. No primeiro lance, ele tocou a bola para mim e fez a passagem. Eu fingi que iria devolver para ele, a marcação acompanhou o Marcinho e deixou o gol aberto. Tive a felicidade de acertar um belo chute e fazer o gol de empate. No segundo gol, o Dizão fez uma linda jogada na linha de fundo e tocou para trás. Consegui dominar a bola e bater entre a zaga. E o terceiro gol, o Dizão fez o papel – que ele faz muito bem – de pivô e viu a minha passagem, me deixou na cara do gol. Dominei a bola e chutei prensada com o zagueiro. Tive sorte em encobrir o goleiro e selar a vitória da Macaca. Acho que gol é gol. Mas pela importância e por colocar o nosso time de volta no jogo, eu escolho o primeiro.

Após uma derrota na estreia, a Ponte vem conseguindo bons resultados e subindo na classificação. Qual tem sido a maior virtude do time e o que ainda precisa melhorar?
Acho que a maior virtude desse time é a entrega. Me lembro que aos 47’ do segundo tempo, a vitória já estava “definida” e o Xavier deu um carrinho na lateral e conseguiu afastar a bola do nosso campo de defesa. Esse é apenas um lance, mas todo o time está de parabéns pela garra e superação. Isso mostra que nosso time tem esse diferencial de nunca se entregar. Todos temos nossas limitações mas elas são superadas pela vontade e pela raça. Fizemos um bom Torneio Início e temos um elenco muito forte para chegar na fase final do campeonato e quem sabe lutar pelo título. Cada jogo é um jogo, mas uma certeza, todos podem ter a certeza que não vamos nos entregar até o apito final.

magrinhocrque

« Voltar para Notícias
Deixe seu Comentário