Notícias

04.04.19 | TRAC Comunicação

Márcio Moura foi o craque da rodada com 20,63% dos votos

No ano de comemoração dos 40 anos do Clube de Pais, mais uma novidade. O Craque da Rodada deixou de ser escolhido nas reuniões de diretoria e passou a ter votação online com participação dos atletas. A primeira que aconteceu nesse sistema foi a escolha do craque da 2ª rodada da Supercopa das Estrelas. O zagueiro Márcio Moura, da equipe Os Fiéis, levou com 20,63% dos votos.

Os indicados para a votação são decididos na reunião de segunda. O segundo lugar ficou para Ney (Futsal Scremin) com 19,84%. O terceiro foi Trotta (Academia) com 17,46%. Em quarto lugar, André Gaudêncio (Estuturais) com 15,87%. Em quinto, Iti (Afilhados Maranhão) com 13,49% e em sexto, Meister (Canhotinhas) com 12,70%. Ao todo, foram 126 participações.

Resultado da enquete

Confira a entrevista de Márcio Moura, Craque da 2ª Rodada:

Como você avalia a sua atuação nesse jogo? Qual foi seu ponto forte?

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a todos que participaram da votação e essa nova forma de escolha, que a diretoria utilizou. É muito legal por privilegiar todos os atletas a darem seu voto e, no final das contas, são os responsáveis pelo espetáculo, que é o nosso campeonato.

Quanto à partida, estava emocionado e tenso, pois no final do campeonato passado, tive uma contusão grave, acabei perdendo o restante da competição e vi meu time ser eliminado. Ficou um gosto amargo. Então, essa partida foi a 1ª partida oficial desde a contusão. Quando entrei em campo e aconteceram os primeiros lances, fui ganhando confiança e o apoio dos meus colegas. No duelo, destaco não meu ponto forte e sim o da equipe, de não desistir de nenhuma bola e correr pelo colega. Na minha opinião, esse será um dos diferenciais dos Fiéis ao longo deste ano.

Vocês enfrentaram um ataque muito rápido, com jogadores mais novos. Qual foi sua estratégia para marcar?

O Jorginho na preleção comentou muito dessa versatilidade de inversão de jogadas do adversário e de possuírem dois meias muito hábeis, Belon e Dioguinho. Disse que o trabalho do nosso meio campo seria não deixá-los pensarem o jogo. Isso foi seguido à risca, as bolas não chegaram da forma como imaginaram para os atacantes deles e a nossa zaga conseguiu dar conta do recado.

No histórico, o craque da rodada sempre é um atleta que marca gols. Este ano tivemos um volante na primeira rodada e todos defensores indicados nesta rodada. Qual a sensação de ser o cara da rodada sendo zagueiro?

Isso é motivo de orgulho, pois o tradicional é que o atacante seja eleito. A gente sabe o quanto o zagueiro se desdobra atrás para evitar o gol e esse reconhecimento incentiva a todos. Tanto que nessa votação foram praticamente zagueiros e um goleiro. Na semana passada foi o Rhavy, que é volante.

Para quem você dedica esse prêmio?

Em primeiro lugar a Deus, minha esposa Regiane, minha filha Beatriz e ao meu filhote Vinicius, que estavam presentes no jogo. Agradecer ao Jorginho e ao Badu que me escolheram para fazer parte desta equipe e a todos os atletas da equipe Os Fiéis, que de certa forma devem sentir-se premiados, pois ganhamos juntos. Agradecer à família do Clube de Pais, que faz desse campeonato um orgulho para quem participa, e aos meus colegas com quem concorri na votação, pois ser eleito concorrendo com Ney (uma lenda dentro do clube), Gaudêncio , Trotta, Meister e o Iti, que fui campeão pelo Flamengo, me deixou muito honrado.

Márcio Moura
« Voltar para Notícias
Deixe seu Comentário