Notícias

22.06.17 | TRAC Comunicação

Mogi Mirim e União São João buscam recuperação no Jogo da TV

Após duas semanas de pausa, o Caipirão Paulista 2017 volta com tudo neste sábado (24/06), com cinco jogos no campo do CT Barcelos (Geraldinho). No Jogo da TV, às 13h30, Mogi Mirim e União São João se enfrentam em um duelo de duas equipes que buscam a reabilitação no campeonato do Clube de Pais do Colégio Marista Paranaense.

Após uma sequência de cinco vitórias e muitas goleadas, o vice-líder Mogi Mirim foi derrotado na última rodada pelo XV de Jaú, por 3 a 1. Nada que abale a confiança e o otimismo do capitão Lucas Minoro. “Estou muito contente com o aproveitamento do time e com nossa posição na tabela. O jogo contra o XV de Jaú foi atípico. Estávamos cansados, desfalcados e tivemos um jogador lesionado logo aos 25 minutos e outro expulso. Mas coisas assim fazem parte e não perdemos nossa determinação”, afirma.

Para voltar a vencer, Lucas promete surpresas. “Para o próximo jogo entraremos recuperados e mais organizados. Fui para o México e mandei vários jogadores para a Europa para fazer uma imersão total. Levaremos uma proposta inteiramente nova”, avisa.

Já o União São João busca se recuperar de uma goleada de 5 a 1 para o líder Novorizontino e começar uma arrancada para sair da parte de baixo da tabela. “Estamos confiantes e mais unidos para buscarmos nossa terceira vitória. Chegou a hora de aplicarmos a teoria na prática. Vamos enfrentar um time muito forte e bem distribuído em campo. A estratégia ficará a sete chaves, mas tenho um plano infalível para este jogo”, diz o capitão Pisca.

Concentrado na recuperação do time, Pisca diz que não é hora de falar muito. “Tudo o que tínhamos para falar, ajustar as arestas, por os pingos nos “is”, já foi feito. Chegou a hora do União São João entrar em campo pra valer e deixar o discurso e os recados de lado.”

Lucas também é cauteloso na hora de analisar o adversário e prefere passar longe de provocações. “Sei que o União é um time perigoso. É como um daqueles animais selvagens que está ferido e que pode desferir um golpe fatal a qualquer hora! Cabe ao Mogi Mirim não cair na armadilha adversária e desferir o golpe de misericórdia.”

« Voltar para Notícias
Deixe seu Comentário