Notícias

15.09.16 | TRAC Comunicação

PSG e Olympique de Marseille se enfrentam em Jogo da TV solidário

Neste final de semana acontece a 23ª rodada da Ligue 1 do Clube de Pais do Colégio Marista Paranaense. Devido a um evento que ocupará todas as dependências do Colégio, as partidas serão realizadas no CT do Geraldinho, todas no sábado (17). No Jogo da TV, às 15h30, o PSG e Olympique de Marseille fazem um confronto de “G4” em que o vencedor deve pagar uma aposta.

Para Dizinho, capitão do PSG, uma partida deste nível vem acompanhada de grandes riscos. “O perigo em nosso campeonato sempre existe e pode chegar em forma de goleada. Pode vir de um time melhor classificado ou até do lanterna. Por isso, a atenção tem que ser total desde o primeiro minuto de partida”, avalia.

Já o comandante do Olympique não vê muito com o que se preocupar. “Creio não haver motivo de preocupação, independente do resultado do jogo. O único medo que temos, nessa altura do campeonato, com a classificação bem encaminhada, é de lesões”, disse Wágner.

Ainda assim, o capitão está ciente da dificuldade da partida. “Esperamos um jogo muito difícil tanto pela qualidade da equipe do PSG, quanto pelos importantes desfalques que teremos. Temos muitos jogadores no DM ainda, mas confiamos no nosso elenco”, completou.

Quatro pontos atrás do rival de Marseille, o PSG quer se manter no G4 da competição. “A essa altura esperamos fazer bons jogos, sendo coerentes ao que já realizamos. A intenção é sempre a de somar pontos para continuar no G4 até o fim do segundo turno, sem muita vergonha de ser burocrático”, afirmou Dizinho.

E com um jogo difícil pela frente, o capitão decidiu inovar na escalação do time. “Decidimos cancelar a concentração para essa partida e já fiquei sabendo que teve muita festa, praia e alguns casamentos na agenda dos atletas. Vamos ver quem conta as melhores histórias para definir o time titular. Quem ficou em casa assistindo Netflix vai pro banco”, falou o comandante do PSG.

Já Wágner quer a festa depois do jogo. “Estamos preparando um churrasco com cerveja para tomar, com todos os amigos (ambas as equipes) depois do jogo, já que excepcionalmente nesse final de semana a cerveja estará liberada”.

E para ter mais um motivo para comemorar, além da vitória de alguma das equipes, os capitães selaram uma aposta, proposta por Wágner, que vai beneficiar uma instituição de caridade.

“Proponho ao capitão do PSG que o vencedor da partida faça uma doação de cestas básicas para uma instituição, que o perdedor irá escolher”.

Dizinho aceitou o desafio, mas propôs uma regra. “Em caso de empate, os dois pagam”.

« Voltar para Notícias
Deixe seu Comentário